Drones em campo – Entenda um pouco sobre plataformas digitais e fotogrametria.

 

Com a crescente demanda por alimentos, vinculada a exigência de se preservar o meio ambiente, produtores rurais se veem forçados a aumentar a produtividade de suas terras, sem que haja o aumento das áreas agricultáveis. Desta forma, a agricultura de precisão tem um papel fundamental neste cenário, pois através da utilização destas técnicas é possível otimizar os processos tendo em vista uma maior produtividade, evitando gastos desnecessários (Artioli & Beloni, 2016).

Com os avanços tecnológicos nas áreas da computação, sistemas globais de geoprocessamento, posicionamento e fotografia digital, a utilização de Veículos Aéreo Não Tripulados (VANT), popularmente chamados “Drones”  fazem parte desta categoria. Assim, desencadeando o aumentando da perspectiva de uso destes veículos não tripulados. (Andrade, 2016) onde com a utilização de softwares de processamento de imagens por drones (Neto, 2015) obtém-se os resultados direcionados a cada finalidade.

No tocante ao uso dessas tecnologias, a fotogrametria até os anos 60, tinha como definição a medição gráfica usando luz, no entanto a partir de 1979 a ASP (American Society of Photogrammetry), com uma nova definição para fotogrametria, acabou-se incluindo também a utilização de sensores remotos, (TOMMASELLI, SILVA, et al., 1999). Desta forma os estudos de diversas áreas humanas, como médicas, topográficas, espaciais, agronômicas dentre outras, fizeram da fotogrametria o que se tem hoje.

Por essas circunstâncias, apresentam-se aqui os tipos de plataformas de planejamento de voo para os “VANT’s” e suas particularidades vigentes à cada uma tendo em vista sua aplicabilidade em contrapartida ao custo/ benefício estabelecidos em uma análise comparativa por fatores quantitativos e/ou qualitativos.

 

 

 

Plataformas de Planejamento de Voo

 

1 - Drone Deploy

 

Figura 1- Drone deploy - Mapa VARI indicando em vermelho falhas na plantação e rotas de trafego de máquinas.

 

Sendo uma das plataformas de planejamento de voo para drones mais populares do mercado, atualmente, conta com suporte para Android, IOS, Desktop e nuvem, possibilitando assim, a realização de planejamento de voo através do Google Earth, assim como salvá-lo no formato KML e/ou utilizar o suporte em nuvem e conectar em sua conta para ter acesso ao plano de voo gerado a qualquer momento possibilitando o monitoramento do voo com a utilização de um dispositivo móvel. 

 

O Drone Deploy conta com compatibilidade para outras plataformas digitais de processamento de dados, tais como: Climate Fieldview, AirMap, GCP Volume Analysis, entre outros, que, dependendo da finalidade do uso, podem trazer mais agilidade ao usuário.

 

A plataforma é gratuita por 14 dias na versão trial, onde pode-se fazer o planejamento e execução de voo, após esse período é necessário adquirir um dos planos que vão do básico ao avançado e contam com diversas funções e suporte em nuvem.

 

2 - Agisoft - MetaShape

 

Figura 2 - Agisoft Metashape - Representação tridimensional  MDS. Fonte: Agisoft 2020.

 

É um software dedicado ao processamento de imagens aéreas obtidas por drones, através de fotogrametria, com ele é possível realizar o levantamento topográfico e, gerar imagens 2D e 3D de alta qualidade de objetos e locais como: casas, prédios e terrenos, sendo muito utilizado nos setores de construção civil e agricultura de precisão.

 

A utilização desta ferramenta pode reduzir tempo de trabalho, uma vez que ajuda na tomada de decisão na agricultura como no uso especifico de câmeras multiespectrais possibilitando fornecer dados confiáveis para a Agricultura de Precisão (AP) como a identificação de plantas daninhas em meio a cultura, avaliar a saúde do cultivo através de NDVI e NDRE, gerar mapas de colheita e aplicação de insumos e defensivos agrícolas.

 

O software pode ser utilizado gratuitamente no modo de demonstração, onde é possível realizar o teste de todas as funcionalidades exceto, salvar e exportar projetos e arquivos, ou pode ser adquirida sua versão completa por um período de teste de 30 dias, onde ao fim desse período é necessário efetuar a compra de um dos planos disponíveis no site para continuar utilizando a plataforma.  

 

3 - Pix4D

 Figura 3 - Pix4D Software drone topografia. Fonte: (NETO, 2015)

 

Pix4D é um software de processamento de imagens capturadas por drones para a geração de mapas digitais georreferenciados e de elevação, criando modelos 3D de alta fidelidade, onde é possível o cálculo de distâncias, áreas e volumes, podendo ser empregado nos segmentos de construção, mineração, segurança pública, agricultura, educação e etc.

 

O software conta com integração com demais plataformas e programas do tipo GIS e CAD, o que auxilia na migração de um sistema para o outro, possuindo uma interface simples e amigável. Com este, é possível gerar NDVI e outros indicadores de vegetação utilizados na agricultura de precisão.       

 

4 – Sensix

 Figura 4 - Sensix – Imagem divulgação, fonte: (CÂMARA I., 2018).

 

Empresa focada no segmento agrícola de mapeamento e tratamento de imagens, que auxiliam os produtores na tomada de decisão, onde os dados e o mapeamento da lavoura podem ser feitos por satélite ou drones. Esses dados são enviados para a nuvem e posteriormente processados, assim é possível acompanhar com grande riqueza de detalhes à saúde do plantio nas lavouras.

 

Os produtos gerados através desse processamento, resultam em mapas de aplicação, linhas e falhas de plantio, zonas de classificação do solo, população de plantas, biomassa, clorofila, estresse hídrico e detecção de plantas daninhas.

 

Através da plataforma FieldScan, tem-se acesso a todos os resultados a qualquer momento do dia, sendo uma ferramenta simples e intuitiva. Contando com um acesso gratuito para teste onde é possível manter até 100 ha de monitoramento, através de índices de vegetação como VARI, NDVI, Zonas e Grids.

 

Também possui outros planos mais completos de acordo com a necessidade de cada usuário, podendo inclusive ser adquirido de maneira mais específica entrando em contato direto como um representante de vendas.

 

5 - Xmobots

 

É uma empresa pioneira no desenvolvimento de aeronaves autônomas no Brasil, atualmente conta com três modelos de VANTs, para atender a diferentes necessidades de seus usuários, são eles:

 

 

< >Arator 5B

 Figura  SEQ Figura \* ARABIC 5 -Drone Arator 5B - Fonte: Xmobots 2020.

 

Sendo o mais compacto dentre eles, porém com alta tecnologia empregada, é o primeiro drone no Brasil a ter liberação da ANAC para voos acima de 400 pés, com um raio de alcance superior a 500m, permitindo o mapeamento de até 800 hectares por voo, sendo extremamente eficiente na geração de imagens, trazendo ótimo custo benefício para seus usuários.

 

 

< >Echar 20D

 

Figura SEQ Figura \* ARABIC 6 - Drone Echar 20D. Fonte: Xmobots 2020. Echar 20D

 

Sendo a quarta geração deste modelo, consolidando-se no mercado brasileiro pela confiança de seus usuários, robustez e precisão das imagens obtidas. É indicado para o mapeamento de grandes áreas acima de 1000 hectares, tendo autonomia de até 7000 hectares em um único voo, e pesando apenas 7,8 kg.

 

< > Nauru 500C VTOL

 

Figura 7 - Drone Nauru 500C VTOL. Fonte: Xmobots 2020

 

Sendo o maior entre os 3 VANTs comercializados pela empresa, pesando cerca de 25 kg, tendo como grande diferencial a o fato de ser um drone híbrido que mescla a eficiência asa fixa, com a manobrabilidade da asa rotativa, desta forma conta com sistema de pouso e decolagem na vertical, possui autonomia de 4h de voo, o que garante o mapeamento de até 16.000 hectares.

Um grande diferencial desta empresa está no fato de produzir toda a tecnologia empregada nos VANTs, tanto mecânica quanto lógica, isso lhe confere maior robustez em seus produtos, contando com um suporte para os equipamentos e treinamento especializado.

 

6 - Horus Aeronaves

 

Figura 8 - VANT da Horus sobrevoando uma plantação de milho. Fonte: (MELO T. 2018)

 

 

Empresa também 100% brasileira, fundada em 2014, possui toda tecnologia para o mapeamento aéreo e tratamento de imagens, contando com capacitação para a utilização dos equipamentos e programas, conta com 3 modelos de drones de asa fixa de pequeno porte, cada qual destina-se a um segmento do mercado adaptando-se a cada necessidade. Além de comercializar alguns dos drones que são referência no mercado internacional, como o Mavic 2 Pro e Mavic AIR.

 

 

Referências Bibliográficas 

 

AGISOFT LCC. Agisoft: Metashape - fotogramétrico. Agisoft, 2006. Disponivel em: <https://www.agisoft.com/>. Acesso em: 10 Fevereiro 2020.

ANDRADE, R. D. O. Drones s42obre o campo. PESQUISA FAPESP, 2016.

ARTIOLI, F.; BELONI, T. Diagnóstico do perfil do usuário de drones no agronegócio brasileiro. IPecege, p. 40-56, 2016.

CÂMARA, I. Agrotech sensix monitora produção agrícola através de câmeras e drones. StartSE, 2018. Disponivel em: <https://www.startse.com/noticia/startups/agrotech/agrotech-sensix-monitora-producao-agricola-por-imagens-e-drones>. Acesso em: 17 Fevereiro 2020.

CAMPITELI, M. Entenda o fluxo de trabalho no agisoft metashape. DroneEng drones e engenaria., 2018. Disponivel em: <http://blog.droneng.com.br/entenda-o-fluxo-de-trabalho-no-agisoft-metashape/>. Acesso em: 10 Fevereiro 2020.

MELO, T. Com tecnologia nacional, a fabricante de drones huros já bateu um recordede equity crowfunding no país. Projeto Draft, 2018. Disponivel em: <https://www.projetodraft.com/com-tecnologia-nacional-a-fabricante-de-drones-horus-ja-bateu-um-recorde-de-equity-crowdfunding-no-pais>. Acesso em: 17 Fevereiro 2020.

NETO, M. S. Tudo sobre mapeamento aéreo com drones. DronEng drones e engenharia, 1 dez. 2015. Disponivel em: <http://blog.droneng.com.br/processamento-de-imagens-de-drones-qual-software-usar/>. Acesso em: 14 Fevereiro 2020.

TOMMASELLI, A. M. G. et al. Fotogrametria: aplicações a curta distância. In FCT, p. 147-59, 1999.

XMOBOTS. Conheça os drones xmobots. Xmobots, 2007. Disponivel em: <https://xmobots.com.br/#drones>. Acesso em: 13 Fevereiro 2020.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaque

MONAGRI participa do VI Seminário de Agricultura de Precisão na ESALQ-USP.

November 25, 2017

1/1
Please reload

Tags
Please reload

© 2017 Todos direitos reservados para Monagri